sábado, 23 de fevereiro de 2013

Os filhos de Loki com Angrboda. (Parte II)


Continuando nosso outro post sobre "Os filhos de Loki com Angrboda". Resolvi juntar o post em duas partes, pois eu sei o quanto são preguiçosos e também pois ia ficar muito grande tudo em um único post. Hoje vamos falar sobre os dois últimos filhos de Loki. Caso você não tenha lido a primeira parte é necessário que leia clicando aqui. E la vocês vão conhecer a giganta Angrboda, esposa de Loki e mãe de Fenrir. Fenrir também está em nosso outro post, esse post é exclusivo para a gigante Jormungand e Hel.



Jormungand (A serpente que matará Thor)


Durante muitos anos Odin observava que as criações de Loki eram frutos terríveis e qual seriam ameaças aos deuses e a Asgard. Por sua preocupação, separou os monstros, raptou Jormungand e jogou ela em um oceano circulado em Midgard. Em Midgard a serpente, giganta e monstruosa Jormungand cresceu e se desenvolveu tão apta para ser maior do que toda a terra. Ela mesmo podia alcançar sua própria calda, apenas em volta da terra.

Foi por muito tempo conhecida como Serpente do Mundo ou Serpente do Mar e um dos principais destaques nos eventos de Ragnarök. É considerada a filha do meio de Loki e Angrboda e suas principais fontes de sua existência vem da Edda em Prosa, especificamente do poema Skaldic.




Anos atrás, Thor encontra a serpente em uma viagem que fazia em busca de seu martelo. Logo após encontrar a serpente ela o desafia-o a levantar ela mesmo. A serpente estava em forma de um gato colossal, culpa da magia de Loki. Thor aceita o desafio mas sabe que incapaz de levantar a serpente, mesmo por tentar, Thor mal consegue tirar as quatro patas da serpente em forma de gato.

Com o fracasso de Thor (Porem ainda deixa Loki impressionado com sua força), Thor vai embora e só encontra a serpente anos mais tarde quando estava com Hymir (Gigante pai de Týr, casado com a outra giganta Hroor), os dois estavam a pescar. Levados ao mar, Thor se oferece como isca para buscar os peixes. Logo Hymir recusa usar Thor como isca, é então que Thor caça um boi e leva para Hymir como isca. A cabeça do boi é mordida por Jormungand, onde Thor faz força para puxala. Sua força impressiona até mesmo o gigante Hymir, que ao ver Thor tirando a serpente para fora e tentando decepar ela. Hymir logo corta a corda da isca. A serpente então afunda pelas ondas.

O último encontro de Thor com Jormungand só acontece no Ragnarök. A batalha do fim do mundo começa, e Thor tem como objetivo matar a giganta serpente. Após os dois lobos filhos de Fenrir, liberarem o caos, efetuando o Ragnarök, a serpente Jormungand se libera soltando todo seu veneno indo aos céus. A batalha começa com Thor sendo mordido pela serpente, que logo Thor o mata, encerrando assim a batalha. Conta a lenda que Thor caminhou apenas nove paços e caiu morto. A serpente que Thor matou, matou Thor pois o veneno foi tão intenso que nem mesmo o bravo e forte herói de Asgard conseguiu segurar.




Hel ou Hela (Do mundo dos mortos?)


Talvez essa seja uma das personagens mais belas, mais ao mesmo tempo mais horríveis possíveis da mitologia nórdica. E vocês se perguntam o motivo disso? Eu explico. Hel foi mandada por Odin para Helheim, (faz jus ao seu nome de Hel) que fica no mundo obscuro de Nifilheim. Lá foi encarregada de cuidar dos mortos, seria ela então a governanta do mundo dos mortos. E o motivo a qual me refiro tanto por ser bela ao mesmo tempo horrível, é por sua metade mulher e metade cadáver em decomposição. Mas porque essa aparência? Hel tem essa aparência pois cabe a ela julgar o que é bom ou ruim, cabe ela a decidir o destinos dos inquilinos mortos.




Hel morava em palácio chamado Elvdiner. Seu palácio era baseado na fraqueza, sentimentos e inquietudes dos humanos. Sendo que suas paredes formavam o sofrimento e angustia.





Para aqueles fanáticos por HQ, principalmente da DC, saibam que no Batman. O vilão Duas-Caras é baseado nela. Ela não serviu só de inspiração para o vilão da DC, mas sim para muitos outros destrinchados pela sua metade e aparência.

Até a próxima! (:

Um comentário :